Encontro discute situação de prédios-caixão do Grande Recife com risco de desabamento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/08/2014 às 17:20
Leitura:
 Na semana passada, um prédio-caixão desmoronou em Boa Viagem. O imóvel estava desocupado  Foto: Hélia Scheppa/ JC Imagem
Na semana passada, um prédio-caixão desmoronou em Boa Viagem. O imóvel estava desocupado
Foto: Hélia Scheppa/ JC Imagem

O Ministério Público Federal reuniu os responsáveis diretos no processo dos prédios-caixão com situação de risco de desabamento. Cinco municípios da Região Metropolitana do Recife, representantes do Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal foram convidados.

No encontro, foi discutido um termo de cooperação e a contratação do técnico para diagnosticar a situação das construções. De acordo com o laudo do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEPE), 340 prédios apresentavam risco pontual a vida dos moradores. Destes imóveis, 124 estão interditados e 215 com risco alto de desabamento.

Prédio-caixão desocupado desaba parcialmente em Boa Viagem

Na reunião, foi acordado que os municípios de Olinda, Paulista, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe vão apresentar no próximo encontro a lista das estruturas que farão parte deste estudo. O estudo vai custar mais de R$ 14 milhões. 50% do estudo está sendo custeado pelo Governo do Estado, os outros 50%  pela Caixa Econômica Federal.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Mais Lidas