Candidato do PSOL quer atrair empresas para Pernambuco sem fazer renúncia fiscal

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/08/2014 às 11:30
Leitura:
Do Blog de Jamildo aaa Também participaram da entrevista Franco Benites, do JC, e Paulo Veras, do Blog de Jamildo Foto: JC News A renúncia fiscal foi o principal instrumento utilizado nos últimos meses pelo Governo do Estado para atrair grandes empresas para Pernambuco. Mas o instrumento pode acabar se o candidato do PSOl, Zé Gomes Neto, for eleito para o Palácio do Campo das Princesas. A afirmação foi feita na manhã desta quinta-feira (7), em entrevista à Rádio JC News. Para Zé Gomes, o modelo de atração de empreendimentos tem gerado crescimento econômico, mas mas tem deixado um caos social no Estado. Não pode mais haver indução, disse o candidato. É preciso desembarcar desse modelo, defendeu. Zé Gomes garantiu que com o investimento nas áreas de infraestrutura e de qualificação profissional, Pernambuco teria a mesma capacidade de atrair grandes investimentos que utilizando o mecanismo da renúncia fiscal. Durante a entrevista, Zé Gomes voltou a afirmar que vai acabar com as integrações entre os ônibus se for eleito. Ele também criticou o sistema de BRT, por ser desligado do sistema total de transporte público, e afirmou que o veículo transformará a Avenida Cruz Cabugá no próximo passo do caos. Ouça debate na íntegra:

Mais Lidas