No Recife, andar nas calçadas é um desafio no Dia Mundial do Pedestre e em todos os outros


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/08/2014 às 9:29
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto foi imortalizada na capa de Abbey Road, o 12° álbum lançado pela banda britânica The Beatles. Imagem: reprodução/internet Foto foi imortalizada na capa de Abbey Road, o 12° álbum lançado pela banda britânica The Beatles. Imagem: reprodução/internet Nesta sexta-feira (8) é comemorado o Dia Mundial do Pedestre. A data faz referência à famosa foto dos Beatles na Rua Abbey Road, em Londres no final da década de 1960. Hoje, o cenário nas grandes cidades é de que a circulação está comprometida por vários fatores. Além da falta de conservação das calçadas, os pedestres têm que desviar de outros obstáculos como as placas e quiosques. Chama a atenção a Rua do Hospício, no bairro da Boa Vista: a via ganhou o título em 2002 de pior calçada da cidade. Acrescenta-se o lixo acondicionado em local incorreto e um tapume e um contêiner de uma obra. Perto dali, na Avenida Conde da Boa Vista, a irregularidade é outra: motos dividindo o espaço com as pessoas. O carteiro Antônio Carlos da Silva falou sobre outro aspecto para quem é pedestre: Em julho do ano passado, a Prefeitura do Recife anunciou a recuperação de 140 km de passeios públicos. 167 logradouros iriam ser beneficiados com investimentos de cerca de R$ 20 milhões. No entanto, o prazo contratual de um ano chegou ao fim com apenas 38 km executados. Francisco Irineu, chefe de educação para o trânsito da CTTU, fala das outras intervenções do poder público:

Mais Lidas