Trégua de 72 horas vigora na Faixa de Gaza, mas cessar fogo definitivo ainda parece estar longe

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/08/2014 às 10:36
Leitura:
Com informações da TelesurTV 1422137 Ataque de Israel a Gaza durante o fim de semana Foto: AFP Uma nova trégua de 72 horas foi acordada, nesse domingo (10), pelos negociadores palestinos para que o governo de Israel cesse os ataques mantidos por mais de um mês na Faixa de Gaza. Palestina está disposta a fazer todos os tipos de conversas desde que não parta de Israel a imposição de condições prévias, disse o correspondente da Telesur, Yosvany Noguet. Desde julho, Israel mantém ofensiva contra a Faixa de Gaza, que matou mais de 1.800 palestinos, em sua maioria mulheres, crianças e idosos, e 67 israelenses, quase todos soldados. Desde que os ataques começaram, vários países se manifestaram pedindo um cessar-fogo, mas Israel violou a trégua várias vezes. A Liga Árabe convocou uma reunião de emergência nesta segunda-feira (10) para debater a situação. Em entrevista à JC News com Clarissa Siqueira, o cientista político Antônio Lucena explica que, atualmente, a perspectiva de um cessar fogo definitivo é frágil já que o Hamas deseja o fim do bloqueio a Gaza, que vigora desde que o grupo subiu ao poder e, por outro lado, Israel exige o desarmamento total do Hamas:

Mais Lidas