Assinantes da TV paga poderão usar serviço para fugir de horário eleitoral

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/08/2014 às 17:17
Leitura:
horario eleitoral

Na coluna Bastidores da Rádio JC News desta terça-feira (12), o jornalista Rafael Souza destacou o início do horário eleitoral obrigatório na próxima (19). Dividido em dois horários na TV que somam 2h30, o famoso guia eleitoral exibido na TV aberta vai enfrentar o dobro de clientes de TV por assinatura do que o registrado há quatro anos. A coluna vai ao ar no programa JC News com Everson Teixeira todas as terças-feiras.

Na última eleição presidencial (2010), os programas políticos exibidos na telinha enfrentavam a concorrência da TV fechada na casa de 9,7 milhões de brasileiros. Hoje o quadro é completamente diferente. Cerca de 18,7 milhões de pessoas, o que dá quase 10% da população. Quem acaba sofrendo com isso são os canais abertos, que veem sua audiência cuja queda só se agrava - ainda mais arriscada. Sobre a rivalidade entre a TV por assinatura e a TV aberta, o colunista comentou ainda a informação de que a Rede Globo pode deixar de transmitir as provas do circuito mundial de Fórmula 1. O produto seria exibido ao vivo apenas nos canais SporTV, canal por assinatura das Organizações Globo. A emissora, por outro lado, nega a informação. A Globo transmite provas de Fórmula 1 desde 14 de maio de 1972. Ainda na coluna desta terça-feira, saiba que o novo filme das Tartarugas Ninja estreou bem no Estados Unidos, faturando US$ 65 milhões apenas neste fim de semana. Somados os US$ 28,7 milhões arrecadados no mercado internacional, "As Tartarugas Ninja" acumulou US$ 93,7 milhões pelo mundo em seus primeiros dias de exibição. A continuação do longa já tem data de lançamento: 3 de junho de 2016. Imagem: reprodução do filme Imagem: reprodução do filme O último destaque da coluna desta semana foi a triste perda do ator Robin Williams para o cinema internacional. O ator foi encontrado morto em sua casa no estado americano da Califórnia nessa segunda-feira (11). Ele deixou três filmes inéditos, que serão lançados nos cinemas nos próximos meses. O ator foi indicado ao Oscar quatro vezes e saiu vencedor na categoria melhor ator coadjuvante em 1998, pelo drama "Gênio indomável" (1997). No mês passado, Robin Williams se internou em uma clínica de reabilitação para tratar da depressão. Confira a coluna completa abaixo:

Mais Lidas