Além de Eduardo Campos, tragédia levou mais três pernambucanos brilhantes


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/08/2014 às 9:37
Leitura:
Da Rádio Jornal Irmãos albinos foram imortalizados em fotografia genial. Foto: Alexandre Severo Irmãos albinos foram imortalizados em fotografia genial. Foto: Alexandre Severo A tragédia aérea que vitimou Eduardo Campos, na manhã da quarta-feira (13), deixou Pernambuco "órfão" de três outros grandes Pernambucanos, craques de primeira em suas áreas. Alexandre Severo, Marcelo Lyra e Carlos Percol fazem e farão muita falta. Foto: reprodução/facebook Foto: reprodução/facebook O fotógrafo Alexandre Severo, ex-membro do Jornal do Commercio, era um daqueles craques da fotografia que conseguem deixar qualquer um perplexos com tudo que ele consegui traduzir de palavras para imagens. Foto: reprodução/facebook Foto: reprodução/facebook Marcelo Lyra era, sobretudo, um poeta. Não que escrevesse versos, ao que se sabe, mas pelo modo como tecia as críticas cinematográfica e como costurava seus filmes. Era jornalista, assim como Carlos Percol, mas preferia a sensibilidade das imagens. Casamento de Percol e Cecília Ramos foi realizado em abril. Foto: reprodução/facebook Casamento de Percol e Cecília Ramos foi realizado em abril. Foto: reprodução/facebook Carlos Percol, que nasceu Carlos Augusto, era filho de Carlinhos Ramos Leal, um dos maiores pontas-direita que o Sport já viu. Dizem que filho de peixe, peixinho é, e ele foi durante muito tempo um dos artilheiros do time da imprensa. Era também um craque das letras, um assessor de ponta. E lá se foram. Só temos que agradecer pelo legado que deixaram. Leia também: Alexandre Severo e Marcelo Lyra tinham mais do que a capacidade técnica de registrar o imediato

Mais Lidas