Polícia Federal utiliza drones para mapear área de acidente em Santos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/08/2014 às 7:40
Leitura:
926667-santos_acidente20arereo__5UUUUUUUUU Buscas por destroços e restos mortais são retomados nesta sexta Foto: Tânia Rego / Agência Brasil Em Santos, a Polícia Federal (PF) retoma os trabalhos de busca por fragmentos da aeronave e de vítimas na manhã desta sexta-feira (15). Ao contrário da noite do dia do acidente, os trabalhos foram interrompidos nesta quinta. A PF vai realizar um escaneamento 3D da área, em que fotos aéreas serão retiradas por drones. A tragédia aconteceu, nessa quarta-feira (13), e tirou a vida do candidato à presidência, e ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, além de seis pessoas que trabalhavam com ele na campanha. A expectativa é de que um bambuzal, nas proximidades do local do acidente, seja cortado para procurar mais destroços. Os trabalhos devem terminar por volta das 13h. Aos poucos, os moradores da localidade onde aconteceu o acidente tentam retomar a vida normal. Dos 10 imóveis atingidos, oito foram liberados pela Defesa Civil, mas outros dois continuam interditados por tempo indeterminado. Cerca de 30 famílias estão fora de casa. Quem teve a casa atingida começa a se perguntar quem pagará pelos danos materiais causados pela tragédia. Segundo advogados, a responsabilidade é da empresa dona da aeronave. O seguro do jato, no entanto, é de cerca de R$ 46 mil, o que não é suficiente para pagar todas as moradias. O conselho é de que os moradores comecem a procurar advogados para entrar com ação contra o dono da aeronave. O repórter João Fernandes, do SBT, traz informações direto de Santos: 926658-santos_acidente20arereo__12YYYYY No acidente, 10 imóveis foram atingidos Foto: Tãnia Rego / Agência Brasil E também nesta sexta, peritos do Instituto de Medicina Legal (IML) de São Paulo continuam os trabalhos de separação e de identificação dos fragmentos dos corpos das sete vítimas do acidente aéreo em Santos. A previsão é de que os trabalhos sigam até o sábado (16). Nessa quinta (14), o terceiro carro com restos mortais das vítimas saiu de Santos e chegou a São Paulo. Os outros dois tinham chegado ainda no dia do acidente, por volta das 20h, e na quinta às 7h40. Familiares das vítimas já tiveram material genético colhido, para que sejam realizados exames de DNA. A repórter Mônica Simões, do SBT, traz informações direto do IML Central de São Paulo:

Mais Lidas