Desembargador do TRE proíbe uso da imagem de Eduardo Campos em campanhas de outros candidatos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/08/2014 às 16:19
Leitura:

Com informações do Blog de Jamildo

eduardo-470-2

Nesta quarta-feira (20), o desembargador Alexandre Hermes Renato, do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) acatou ao pedido da família do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), morto na quarta-feira (13) em um acidente de avião que vitimou outras seis pessoas, e suspende o uso da imagem de Campos em campanhas de outros candidatos.

Na última segunda-feira (18), em decisão liminar do desembargador eleitoral José Ivo de Paula Guimarães, o pedido de uso exclusivo da imagem do ex-candidato foi rejeitado. A família pedia que o uso da imagem de Campos fosse feito após autorização por parte dela.

Questionado sobre a polêmica na manhã desta quarta-feira (20), Armando Monteiro, candidato ao governo de Pernambuco, afirmou que a imagem de Eduardo é pública assim como a do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

Antes de falecer, Eduardo entrou com uma ação no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE) pedindo que a imagem dele não fosse usada por candidatos que não integram a Frente Popular por Pernambuco, coligação que tem Paulo Câmara (PSB) como candidato ao governo.

Sobre a decisão, Rhaldney Santos conversou com o cientista político, Eli Ferreira:

Mais Lidas