Em Olinda, confusão no terminal de Xambá e ônibus parados em viaduto durante paralisação de rodoviários

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/08/2014 às 14:00
Leitura:
1dd55c7e677cb44a16fa9f378776e934 População espera ônibus no Terminal do Xambá Foto: Diego Nigro / JC Imagem O protesto dos motoristas, cobradores e fiscais, iniciado na manhã desta sexta-feira (22), também afetou os passageiros de municípios da Região Metropolitana do Recife. Em Olinda, os passageiros atearam fogo em pneus e entulhos e bloquearam o tráfego de veículos nas proximidades do Terminal Integrado de Xambá, na Avenida Presidente Kennedy, durante trinta minutos. Parte dos manifestantes derrubou uma das portas do terminal. 85acd71b35771d6a8943962a1962a7f2 Foto: Diego Nigro / JC Imagem Na rodovia PE-15, em Olinda, mais de dez ônibus ficaram parados na altura do viaduto dos Bultrins. Parte dos coletivos teve os pneus esvaziados com pregos. Devido ao protesto, o trânsito ficou lento. No Terminal Integrado da PE-15, os passageiros reclamaram do tempo do intervalo entre um coletivo e outro. Algumas linhas tiveram a circulação completamente suspensa. O passageiro Jamerson Silva de Vasconcelos saiu de casa no horário de costume, mas depois de três horas de embarque e desembarque em três veículos não conseguiu chegar ao trabalho. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros, Urbana-PE, divulgou uma nota sobre a paralisação dos rodoviários. No comunicado, o sindicato informou que não tem capacidade financeira para custear o aumento dos salários dos rodoviários. De acordo com a Urbana, o sistema de transporte público de passageiros da Região Metropolitana do Recife é custeado unicamente pela tarifa, a segunda menor do país e que há mais de dois anos não é reajustada.

Mais Lidas