Em meio a conflitos internos, Marina Silva lança oficialmente candidatura no Recife


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/08/2014 às 15:10
Leitura:
Da Rádio JC News Marina ao lado Paulo Câmara, Beto Albuquerque e Fernando Bezerra Coelho Foto: Guga Matos / JC Imagem Marina ao lado Paulo Câmara, Beto Albuquerque e Fernando Bezerra Coelho
Foto: Guga Matos / JC Imagem

A ex-senadora Marina Silva lançou oficialmente, neste sábado (23), sua candidatura à presidência da República, no Recife. A nova chapa do Partido Socialista Brasileiro (PSB), composta por Marina e Beto Albuquerque (PSB-RS) como vice, foi formada esta semana, após o acidente aéreo que matou o então presidenciável Eduardo Campos.

Com uma hora e meia de atraso, a candidata saiu do aeroporto direto para o bairro de Casa Amarela, Zona Norte, onde realizou uma caminhada. O ato foi acompanhado por centenas de militantes. 

O repórter Fernando Alvarenga acompanhou a caminhada e traz os detalhes:

Ouça o discurso completo dos candidatos Marina Silva, Paulo Câmara e Beto Albuquerque:

A oficialização da candidatura aconteceu em meio a conflitos internos no partido. Na quinta-feira (21), enquanto o partido anunciava a escolha, o secretário nacional da legenda, Carlos Siqueira, usou a imprensa para atacar Marina. Siqueira não gostou da escolha do deputado federal Walter Feldman para coordenar a campanha e do ex-presidente do Ibama, Bazileu Margaredo para ser o coordenador financeiro. Para minimizar a situação, a ex-ministra do Meio Ambiente disse que todos ainda estão muito sentidos com a perda de Eduardo Campos.

Na sexta-feira (22), antes de registrar a chapa no TSE, o presidente nacional do PSB anunciou que Carlos Siqueira voltaria para a secretaria nacional do partido e indicou outros coordenadores da campanha.

Romoaldo de Souza traz s detalhes, direto de Brasília:

Mais Lidas