Rodoviários decidem que ônibus não vão sair das garagens das 4h às 8h desta segunda

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 24/08/2014 às 17:17
Leitura:

c44879d331d9cede567827e6d58fd42b
Categoria se reuniu na tarde deste domingo (24) Foto: Ricardo B. Labastier / JC Imagem

Em reunião, neste domingo (24), os rodoviários decidiram por mais uma paralisação, nesta segunda-feira (25). Das 4h às 8h os ônibus não devem sair da garagem, de acordo com o sindicato da categoria.

Às 16h, eles devem se reunir na Praça Oswaldo Cruz e vão sair em passeata pelas ruas do Centro do Recife. Após a passeata, uma nova assembleia vai decidir os rumos da mobilização nos próximos dias. 1dd55c7e677cb44a16fa9f378776e934 Na sexta, população foi pega de surpresa com paralisação Foto: Diego Nigro / JC Imagem

O reajuste salarial de 10% concedido a motoristas, cobradores e fiscais de ônibus da Região Metropolitana do Recife pelo Pleno do Tribunal Regional da 6ª Região (TRT-PE) em 30 de julho foi suspenso, provisoriamente na noite da quinta-feira (21). O ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Barros Levenhagen, acatou o pedido liminar do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado de Pernambuco (Urbana-PE) por entender que o reajuste concedido ficou fora dos limites do poder normativo da Justiça do Trabalho.

O TST ainda arbitrou aumento de 6%, abaixo dos índices inflacionários, que foram de 6,06%, de acordo com o INPC/IBGE. Esse reajuste valeria tanto para o salário quanto para o tíquete-alimentação, cujo reajuste anterior seria reajustado de 75,4%. Com a decisão, o salário de motorista passa a ser de R$ 1.700,30; o de cobrador, R$ 782,59; e o de fiscal ficará em R$ 1.100,17. O mesmo índice também foi aplicado às diárias para motoristas em viagens especiais, ao auxílio funeral e à indenização por morte ou invalidez.

Mais Lidas