Após incêndio, crianças serão amparadas temporariamente em outras instituições


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/08/2014 às 9:47
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: Guga Matos/JC Imagem Foto: Guga Matos/JC Imagem Os homens do Corpo de Bombeiros já encerraram o trabalho de rescaldo no prédio do Instituto Pró-Criança, localizado no bairro dos Coelhos, atingido por um incêndio na tarde dessa quarta-feira (25). A Defesa Civil deve avaliar a estrutura do prédio. De acordo com o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, os três andares estão destruídos. No local, cerca de 500 crianças de rua eram atendidas em atividades de cultura, esporte e arte. No momento do acidente, 50 pessoas estavam no prédio e ninguém fico ferido. Quase 70 mil litros de água foram usados para conter as chamas. 40 bombeiros trabalharam na ação, em 17 viaturas. De acordo com o arcebispo, as crianças vão ser conduzidas para outra unidade, para que não fiquem desamparadas. O seguro do prédio, de R$ 480 mil, não deve ser suficiente para recuperar a sede do instituto. O site do movimento foi hackeado enquanto a unidade estava pegando fogo. O ataque foi assinado pelo grupo black devils e apresentou na tela um brasão com uma águia e a frase nunca subestime o fraco, pois ele não age com a força e sim com a mente. Não há muita informação sobre membros, mas há especulações de que o grupo seja de São Paulo, devido ao grande número de links governamentais paulistas. O site voltou ao ar aproximadamente duas horas depois da invasão. Os motivos do ataque online ainda são desconhecidos. INTERDIÇÃO A Defesa Civil da capital vistoriou e interditou o local do incêndio na sede do Movimento Pró-Criança, no bairro dos Coelhos, área central do Recife, nesta terça-feira (26). Algumas paredes do terceiro andar do prédio ficaram danificadas e correm risco de desabar. De acordo com o corpo de bombeiros, por ter uma estrutura interna de madeira, as chamas se alastraram rapidamente e toda a parte direita foi danificada. Uma campanha para ajudar a reconstruir a sede do movimento foi lançada. Para ajudar, basta doar qualquer valor, depositando o dinheiro no Banco do Brasil, agência 1833-3 conta corrente, 18.816-6. Outras informações com a repórter Clarissa Siqueira:

Mais Lidas