PSB diz que avião que caiu e matou Eduardo Campos e assessores foi cedido por empresários pernambucanos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/08/2014 às 9:01
Leitura:
926658-santos_acidente20arereo__12YYYYY Foto: Agência Brasil O PSB nacional divulgou nota informando que o Cessna Citation 560 XL prefixo PR-AFA, que caiu em Santos no dia 13 e matou o candidato à presidência da República Eduardo Campos e outras seis pessoas foi cedido. Os empresários são os pernambucanos João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho e Apolo Santana Vieira. O Partido Socialista Brasileiro informa que todos os números da contabilidade seriam apresentados no final da campanha. A Polícia Federal nega que vai investigar a relação dos pagamentos da aeronave com o caixa dois da   dívida de R$ 1,7 milhão. A maior parte das seis empresas e pessoas que fizeram as transferências bancárias para a AF Andrade em troca do uso do jato não tem lastro financeiro ou apresentaram endereços fantasmas.

Mais Lidas