Rede pública de saúde realiza atividades para marcar o Dia Nacional de Combate ao Fumo


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/08/2014 às 9:51
Leitura:
Da Rádio Jornal fumo O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável no mundo. A organização estima que um terço da população mundial adulta, cerca de 2 bilhões de pessoas, sejam fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina mundial e 12% da feminina fumam. Em Pernambuco, uma série de ações marcam a data, com palestras e debates para alertam sobres os riscos causados pelo tabagismo, tanto por quem fuma ativamente quanto pelo fumante passivo. As abordagens também tratarão os efeitos psicológicos que a prática pode causar. Saiba mais na reportagem de Houldine Nascimento. O fumo também está associado às duas maiores causas de morte por doenças no mundo e no Brasil: doenças cardiovasculares e câncer. Está associado a 30% das mortes por câncer, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25 % das mortes por doença das artérias coronárias (infarto do miocárdio), 85% das morte por doença pulmonar obstrutiva crônica, 25% das mortes por doença cerebrovascular (derrame), dentre outras. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), vinculado ao Ministério da Saúde, o tabaco também tem relação com a impotência sexual e infertilidade masculina pois, segundo estudos, prejudica a mobilidade do espermatozoide. Os mesmos prejuízos também são atribuídos ao cachimbo e ao charuto. Apesar de não serem tragáveis, possuem uma concentração de nicotina maior, que é absorvida pela mucosa oral.

Mais Lidas