Desabamento de parte do teto do Hospital Getúlio Vargas muda rotina da unidade

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/09/2014 às 15:20
Leitura:
Foto: Divulgação/ Secretaria de Saúde de Pernambuco Foto: Divulgação/ Secretaria de Saúde de Pernambuco

Quarenta cirurgias foram canceladas por conta da queda de parte do teto do bloco G do Hospital Getúlio Vargas, na Zona Oeste da capital pernambucana. Esta quinta-feira (4) é a previsão dada pela Secretaria de Saúde do Estado para a realização dos reparos. O espaço precisa receber limpeza, além de ter os entulhos removidos. 

Nesta quarta-feira (3), pacientes ficaram sem o atendimento. Entre os funcionários, as rachaduras provocam uma sensação de insegurança e em todo o prédio é possível ver a situação. 

Uma obra de reparo no valor de mais de R$ 1 milhão foi iniciada. A reforma deve ser entregue em seis meses e o objetivo é retirar uma passarela que faz o acesso entre os blocos A e E para diminuir o impacto de acomodação do solo. De acordo com a secretaria, os problemas apresentados não oferecem riscos de desabamento da estrutura e são causados por acomodação do solo.

Outras informações com o repórter Rafael Carneiro:

Mais Lidas