Grito dos excluídos vai às ruas pedindo participação no plebiscito da constituinte

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/09/2014 às 15:42
Leitura:

Inspirado nas mobilizações de junho do ano passado, grito dos excluídos quer o povo nas ruas no dia da independência. O protesto organizado por movimentos sociais completa 20 anos e é um contraponto ao tradicional desfile cívico-militar. Nesta edição, o ato busca apoio para o plebiscito popular por uma constituinte exclusiva e soberana para fazer a reforma política.

Até o domingo (7), todos os brasileiros a partir dos 16 anos podem se manifestar a favor da proposta. Além da internet, o voto sim à pergunta sobre a convocação também pode ser dada em urnas espalhadas pelo país.

O grito dos excluídos tem concentração a partir das 8h, na Praça Oswaldo Cruz, na Boa Vista. De lá, os manifestantes seguem pelas avenidas Conde da Boa Vista, Guararapes e Dantas Barreto palco de um ato público.

Sandra Gomes, coordenadora do evento, afirma que o povo tem que ser protagonista da própria história:

Mais Lidas