TST decide por reajuste de 10% no salário e no tíquete-alimentação dos rodoviários

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/09/2014 às 15:31
Leitura:

Atualizado às 18h02

f4b5c471a2b4d21b051bc697b847c28b

Em votação em Brasília, os ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiram pelo reajuste de 10% no salário dos rodoviários do Grande Recife e de 10% no tíquete-alimentação. Apenas dois ministros votaram contra o dissídio coletivo.

Apesar da aparente vitória, ainda há o impasse para saber se os rodoviários vão aceitar o aumento, já que a categoria pediu e conseguiu, em decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, um reajuste de 75% nos tíquetes-alimentação. Atualmente, eles recebem R$ 171,20 mensalmente para se alimentar e, com o reajuste de 10%, o valor sobe para R$ 188,20.

Em Brasília, Bandeira de Melo, representante da classe patronal, disse que o reajuste vai ser pago, não havendo apelação.  

O repórter Romoaldo de Souza, direto de Brasília, traz os detalhes: 

O Sindicato dos Rodoviários Urbanos da RMM, convocou uma entrevista coletiva para esta tarde, onde convocaram a categoria para uma assembleia que será realizada em dois momentos, nesta terça, às 9h30 e às 15h30. Genildo Pereira conversou com a repórter Lélia Perlim e disse que a possibilidade de uma paralisação ou greve não está descartada, mas a categoria que irá decidir. Ele ainda afirmou que o prazo de 72 horas será cumprido, caso os trabalhadores decidam aderir a um movimento paredista. Confira:

Mais Lidas