Polícia apreende mais de mil itens falsificados e chinesa dona de loja diz que não sabia que era crime

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/09/2014 às 9:20
Leitura:

pirataria Foto: Reprodução / TV Jornal

A empresária de 39 anos tem um estabelecimento comercial na Praça Dom Vital, bairro de São José. A mulher, que não teve o nome revelado, pagou a fiança no valor de quinze salários mínimos (R$ 10.860) e vai responder ao inquérito em liberdade.

Na loja, a polícia apreendeu mais de mil itens piratas, entre roupas, bolsas, cintos, carteiras, óculos e relógios. O estabelecimento permanece aberto, já que outros produtos à venda atendem as normas fiscais.

A polícia investiga agora se a proprietária fornecia também para os ambulantes do centro do recife. A empresária chinesa vai responder na justiça pelos crimes de propaganda enganosa e fraude no comércio.

A delegada Patrícia Domingos diz que as irregularidades serão combatidas conforme determina a lei:

Mais Lidas