Unidades prisionais e asilos estão na mira do Comitê de Prevenção e Combate à Tortura


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/09/2014 às 10:55
Leitura:
Da Rádio Jornal velhinho1 Um plano de ação foi apresentado, nessa segunda-feira (8), durante seminário no prédio sede do Tribunal de Contas do Estado, no Recife. O procedimento atende à lei 14863/2012. Unidades prisionais e asilos em Pernambuco estão na mira do Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura. Na primeira etapa, um grupo formado por seis especialistas em direitos humanos vai realizar uma série de inspeções. Serão visitados estabelecimentos públicos ou particulares de internação, abrigo ou tratamento. O relatório com as informações será analisado pelo Comitê de Combate a Tortura, composto por vinte integrantes, entre promotores e juízes. A iniciativa tem como objetivo garantir as visitas periódicas às pessoas privadas de liberdade, independente da detenção ou aprisionamento. Amparo Araújo, fundadora da ONG Tortura Nunca Mais diz que a iniciativa merece o apoio popular:

Mais Lidas