Assassina de Narda Bionde, Sayonara Rangel é condenada a 19 anos e 6 meses de prisão


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/09/2014 às 14:51
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 22h55

10668473_690373774387061_1668584512UUUUU_n Empresária Narda Bionde foi assassinada em 2010 Foto: Reprodução / arquivo pessoal

Depois de 10 horas de julgamento, no Fórum de Paulista, Região Metropolitana do Recife, Sayonara Cristine Rangel, 47 anos, foi condenada a 19 anos e 6 meses de prisão, acusada de assassinar por asfixia e ocultar o cadáver da empresária  Narda Alencar Bionde. Ela teria esganado a vítima e a atingido na cabeça com uma chave de fenda enquanto a hospedava, em 30 de março de 2010, no bairro de Pau Amarelo. Uma filha da acusada, um irmão e um amigo, que também teriam ajudado a esconder o corpo de Narda enterrando no quintal da residência, vão ser julgados depois.

O juri popular começou por volta das 10h30. Muitos familiares da vítima foram ao local usando camisas com a foto de Narda. Euber Bionde, irmão de Narda e advogado de acusação, diz qual e a expectativa da família para o julgamento.

O juri foi presidido pelo juiz Luis Arthur Guedes. O promotor do caso afirma que Sayonara confessou o crime e depois desmentiu, apresentando diversas versões para o fato. O advogado de defesa diz que ela confessou sobre coerção.

Mais Lidas