Santa Cruz perde por 3 x 2 para o Paraná e estaciona na 11ª posição no Brasileirão

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/09/2014 às 16:36
Leitura:
Atualizado às 19h25 A partida entre Santa Cruz e Paraná, que aconteceu neste sábado no estádio Durival Britto, em Curitiba (PR), foi marcada por lances irregulares e falhas de defesa e de ataque. Entre idas e vindas, Santa Cruz abriu o placar, mas acabou entregando dois empates e uma virada. O técnico do Santa Cruz, Sérgio Guedes, acusa a arbitragem de errar propositalmente para prejudicar o time pernambucano. Gol de Pingo foi anulado erroneamente. O jogo fez parte da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e terminou em 3 X 2 para o mandante. Com o resultado, permanece na 11ª colocação, com 31 pontos. O Paraná subiu, chegou aos 12º lugar e encostou no Tricolor. Diferença entre eles é de dois pontos. Essa foi a primeira vez que os dois times se enfrentaram desde maio, quando um torcedor do Sport morreu após ser atingido por uma privada jogada por torcedores membros da torcida organizada Inferno Coral. O próximo jogo do Santa Cruz acontece na terça-feira (16), no Mato Grosso, onde o Coral enfrenta o Luverdense. No mesmo dia, o Paraná recebe o Ceará. O JOGO O primeiro gol da partida saiu aos 2 minutos do primeiro tempo, quando muitos jogadores ainda estavam esquentando, Juninho recebeu a bola e cruzou para Natan, mas foi Wescley quem finalizou. E de pé esquerdo! O gol do empate veio na outra ponta do primeiro tempo, aos 43 minutos. O time do Santa Cruz desacelerou perto dos 45 e deu espaço para o Paraná. Adaílton aproveitou uma falha na zaga e bateu forte. Goleiro Tiago Cardoso ficou sem ação. Passava dos 20 minutos quando, em menos de um minuto, Léo Gamalho deixou o Santa Cruz à frente e Tiago Alves empatou para o Paraná. Ouça os gols abaixo: Aos 42 minutos do segundo tempo, Jean aproveitou mais uma falha da defesa para mandar uma bola no funco do gol e marcar o seu segundo gol. Esse foi também o lance da vitória do mandante. Os tricolores Renan Fonseca , Léo Gamalho e Pingo, que levaram os terceiros cartões amarelos na competição, ficam de fora da próxima partida. SÉRGIO GUEDES Após o fim do jogo, o repórter Leonardo Bóris conversou com o técnico do Santa Cruz, Sérgio Guedes, que estava irritado com a arbitragem. Ele afirmou que o erro do juiz ao anular um gol de Pingo - com o argumento que estava impedido enquanto o jogador estava em posição legal ao receber a bola - pode ser considerado um ato político e que pode prejudicar o desenvolvimento do time na competição. "Tem que ser mais atenção ao tamanho das entidades que fazem parte desta competição e quais as consequências de erros como esses", disse. "Nunca questionando a moral de ninguém, a desonestidade. Mas é peculiar esse tipo de erros contra o Santa Cruz ultimamente" completou Sérgio Guedes.

Mais Lidas