Fernando Bezerra Coelho dá sequência aos encontros e aborda a legalização do aborto

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/09/2014 às 18:12
Leitura:

Dando continuidade à sequência de sabatinas da Rádio JC News com os candidatos ao Senado, o candidato do PSB, Fernando Bezerra Coelho, foi entrevistado pelo jornalista e apresentador, Everson Teixeira, e pelos jornalistas Rafael Souza e Jamildo Melo.

 

Inicialmente, o debate foi guiado por perguntas e respostas diretas. Quando questionando sobre a falta de interesse do eleitor em escolher o candidato ao senado, Fernando Bezerra alega que é uma situação normal, que a decisão só vem com o tempo, junto à definição do voto para presidente, governador e, em sequência, o voto ao senador.

 

Fernando Bezerra Coelho é conhecido pelo fato de ter aberto mão do cargo de deputado estadual, em 1985, quando renunciou para assumir a secretaria da casa civil, em 1992, quando abriu mão de ser deputado federal para ser prefeito de Petrolina, e, em 2007, renunciou à própria prefeitura para ser secretário estadual do Governo de Eduardo.

 

Quando questionando sobre a garantia de cumprir o mandato, o candidato alegou exagero na informação e que, exercer dois cargos públicos é errado, diante da constituição. Para o candidato, a única renúncia foi para se tornar secretário de estadual de Eduardo Campos. Como era aguardado, a memória do ex-governador foi lembrada por Fernando Bezerra, que disse ter aprendido muito com ele.

 

O debate foi regido por tema polêmicos, como as pesquisas eleitorais, as especulações do Porto de Suape e do Ministério da Integração, a reforma política, o financiamento da campanha e a legalização do aborto. Sobre esse último, Fernando Bezerra Coelho diz que o tema tem que ser visto com naturalidade e que o direito da mulher precisa ser defendido, separando religião de saúde.

 

Amanhã, a partir das 15h, é a vez da candidata do PSOL, Albanise Pires, ser sabatinada pelos jornalistas na Rádio JC News. Confira o debate completo.

Mais Lidas