No debate da TV Jornal, Armando Monteiro Neto e Paulo Câmara se atacam e, nos bastidores, militância marca presença

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/09/2014 às 9:30
Leitura:

44b58c56887a497fa9827afcf62b0ffb Foto: Arnaldo Carvalho / JC Imagem

O primeiro encontro televisivo entre os candidatos ao Governo de Pernambuco durou cerca de duas horas. Os três candidatos com representação no Congresso Nacional, Armando Monteiro Neto (PTB), Paulo Câmara (PSB) e Zé Gomes (PSOL) abordaram vários temas, mas esqueceram os itens como habitação e saneamento. Durante o encontro, o trio voltou a repetir as promessas feitas no guia eleitoral e nas caminhadas. Também ficou nítido que Paulo Câmara, líder das pesquisas de intenção de voto, foi bombardeado pelos adversários.

O representante da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro, cobrou explicações sobre o episódio do jato que caiu e matou Eduardo Campos. O candidato também afirmou que o candidato indicado pelo ex-governador falecido não tem capacidade para governar:

Paulo Câmara, da Frente Popular, tratou de lembrar o legado deixado pelo ex- governador Eduardo Campos. Ele afirmou que Armando Monteiro exagera no tom:

O candidato da coligação Por um Poder Popular quis imprimir a marca da independência no comparativo com os participantes do debate. Zé Gomes, do PSOL, afirma que o apoio do PMN não vai de encontro às propostas defendidas do ponto de vista ideológico:

Cerca de 250 militantes compareceram à sede do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação para apoiar os candidatos ao Governo de Pernambuco que participaram do debate da TV Jornal, na noite dessa terça-feira (16).

A Rua do Lima, em Santo Amaro, área central do Recife, ganhou ares de final de campeonato de futebol com muitos gritos de guerra, coreografias e o uso de sinalizadores e fogos de artifício. A provocação ficou polarizada entre os militantes de Armando Monteiro, do PTB, e de Paulo Câmara, do PSB, que se agruparam em lados opostos da via interditada pela CTTU, horas antes do início do embate.

O primeiro a chegar foi o candidato do PSOL, Zé Gomes. Ele veio acompanhado dos candidatos do partido a deputado estadual, Edilson Silva, e federal, Roberto Numeriano. O segundo, foi Armando Monteiro, do PTB. Ele teve o apoio dos candidatos a vice-governador, Paulo Rubem, e do candidato ao Senado pelo PT, João Paulo.

O terceiro e último a comparecer foi Paulo Câmara, do PSB. Em apoio a ele, vieram o candidato a vice-governador Raul Henry, e a senador, Fernando Bezerra Coelho, além do governador de Pernambuco, João Lyra Neto, e do prefeito do Recife, Geraldo Julio. Apesar das alfinetadas durante o programa, nos bastidores, o clima entre os candidatos foi de tranquilidade do início ao fim. Depois de quase duas horas de debate, o confronto terminou.

A repórter Lélia Perlim conversou com os candidatos:

Mais Lidas