Paulo Câmara e Teresa Leitão avaliam campanha pró-Aécio e pró-Dilma em Pernambuco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/10/2014 às 15:59
Leitura:

914c5493435ba7738efbbc61378e4e8b Foto: Igo Bione / JC Imagem A três dias do segundo turno das eleições presidenciais, realizadas no próximo domingo (26), a militância têm saído às ruas para angariar votos para seus candidatos. A expectativa é de que o vencedor seja eleito com uma pequena vantagem. Nessa quarta-feira (22), eleitores pró Aécio Neves se reuniram no Marco Zero. Já na terça (21), uma multidão acompanhou Lula e a candidata Dilma pelas ruas do Centro do Recife.

Em entrevista à JC News com Everson Teixeira, Paulo Câmara (PSB), governador eleito de Pernambuco, diz que a estratégia no estado é tentar transferir os votos de Marina Silva, a mais votada para a presidência em Pernambuco, para Aécio. "Estamos muito entusiasmados", afirmou Câmara. Para ele, o candidato do PSDB é quem tem condições de fazer o Brasil voltar a crescer, combater a inflação e fazer com que as instituições funcionem.

1f1933824a8410104b4d51949b95900c Foto: Bobby Fabisack / JC Imagem

Já para Teresa Leitão, presidente estadual do PT e membro da coordenação da campanha de Dilma em Pernambuco, no estado a campanha ganhou as ruas de forma espontânea, com atos organizados pela sociedade civil no sábado (18) no Derby, e no domingo (19), no Bairro do Recife. De acordo com ela, isso é uma expressão de campos do segundo turno bastante demarcados, com projetos de governos definidos tanto do PSDB e do PT. Para a deputada, o projeto do PT para a presidência em Pernambuco é vitorioso.

Mais Lidas