Com 51,64% dos votos válidos, Dilma Rousseff (PT) é reeleita presidente do Brasil


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/10/2014 às 19:10
Leitura:
Atualizada às 22h15

voto-dilma1-624x415 Presidente foi reeleita e governa Brasil até 2018 Foto: Reprodução / Facebook

Em uma votação acirrada e com muitas idas-e-vindas, Dilma Vana Rousseff (PT), 66 anos, foi reeleita presidente do Brasil, neste domingo (26). Com 51,64% dos votos válidos, ou seja, 54.499.901 eleitores, Dilma derrotou no segundo turno o candidato Aécio Neves (PSDB) e vai governar o País até 2018. O tucano recebeu 51.041.010 votos (48,36% votos válidos). Foram computados 1.921.812 votos brancos 1.921.812 (1,71%) e 5.219.592 (4,63%) nulos. O resultado só começou a ser divulgado depois das 19h (horário de Recife), já que o horário de verão e o fuso horário fizeram com que o Acre terminasse as votações três horas depois do que o horário de Brasília. dilma-pt Página do PT no Facebook comemora reeleição de Dilma. Foto: Reprodução / Facebook

Em uma campanha violenta dos dois lados, as eleições deste ano foram marcadas por brigas nas redes sociais, denúncias de corrupção dos dois partidos, falsas mortes (como a do doleiro Youssef) e a morte do candidato Eduardo Campos. Diante da polarização, militância de ambos os lados se envolveram de forma ferrenha nas campanhas, com caminhadas e panfletagem.

1398674_879139985464217_1119801875039211325_o Foto: Bruno Magalhães / Divulgação

Em Pernambuco, Marina Silva (PSB) teve a maioria dos votos no primeiro turno. Apesar de ser do partido do ex-governador Eduardo Campos, que apoiou Aécio Neves no segundo turno, no estado, a maioria votou no PT no segundo turno, inclusive com multidão seguindo a candidata e o ex-presidente Lula em Petrolina, Goiana e no Recife.

aecio-resultado Já fan page do PSDB no Facebook aceita resultado e minimiza derrota do Tucano. Foto: Reprodução / Facebook

A disputa entre Aécio e Lula polarizou, mais uma vez, o Nordeste e o Sudeste do país, com acusações preconceituosas, relativas aos benefícios concedidos pelo governo PT. O Partido dos Trabalhadores aproveitou a situação para questionar que importância o Nordeste teria, em um possível governo do mineiro Aécio.

Após a confirmação da vitória, a presidente discursou para a militância petista em Brasília. Dilma agradeceu ao vice Michel Temer (PMDB) e ao ex-presidente Lula, a quem considerou "o militante número um pelo Brasil" e defendeu a reforma política com plebiscito para que a população possa definir as transformações.

Ouça o pronunciamento de Dilma Rousseff:

Antes, o candidato Aécio Neves se pronunciou em Belo Horizonte, seu reduto eleitoral, reconhecendo a derrota e desejando que Dilma consiga fazer uma boa gestão. Em Minas Gerais, estado natal, o tucano perdeu novamente a disputa. A adversária teve 5.979.442 votos (52,41% dos votos válidos), enquanto Aécio recebeu 5.428.821 (47,59%).

Mais Lidas