Médico assassinado será homenageado com documentário nesta segunda


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/10/2014 às 10:14
Leitura:
Da Rádio Jornal A sessão, presidida pela juiza Inês Maria de Albuquerque, que marca a terceira etapa da audiência de instrução do processo que apura o assassinato do médico Artur Eugênio, teve início às 9h00 desta segunda-feira (27). Das 60 pessoas convocadas, entre acusação e defesa, apenas 16 prestaram depoimento nas últimas duas audiências. O cirurgião torácico, Artur Eugênio de Azevedo, foi assassinado a tiros em maio deste ano. Entre os acusados pelo crime está Cláudio Amaro Gomes, de 57 anos, médico que já havia trabalhado com a vítima e é apontado como mandante do assassinato. A vítima será homenageada, com a exibição de um documentário, às 19h30 desta segunda-feira (27), na Livraria Cultura do Paço Alfândega. Karla Azevedo, viúva da vítima, afirma que a iniciativa de produzir o vídeo tem como objetivo cobrar justiça.

Mais Lidas