Passeata marca primeiro dia da greve dos trabalhadores da construção civil


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/10/2014 às 8:38
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 14h45 passeata Foto: Paulo Júnior/ComuniQ

Os trabalhadores da construção civil ocuparam as ruas do Recife no primeiro dia de greve da categoria. Depois de seis rodadas de negociações entre sindicato trabalhista e patronal o movimento decidiu cruzar os braços. De passagem por canteiros de obras do Recife, foi difícil encontrar máquinas trabalhando. O sindicato pede reajuste salarial de 15%, hora extra de 100% aos sábados e vale alimentação de R$ 200.

O Sindicato da Indústria da Construção Civil em Pernambuco (Sinduscon) realiza uma reunião com toda a diretoria no início da tarde. Eles vão tratar da paralisação e levantar o resultado do primeiro dia de mobilização. Érico Furtado, diretor de Relações Trabalhistas do Sinduscon, esclarece que as construtoras enfrentam um novo momento econômico.

Os patrões ofereceram, até o momento, reajuste de 6.59%, de acordo com o Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC). Ele mede a variação de consumo de produtos e serviços entre famílias de baixa renda, com remuneração mensal de até cinco salários.

Para marcar o primeiro dia da greve, foi programada uma passeata no centro do Recife. Confira na reportagem de Rafael Carneiro:

Mais Lidas