Os desafios e os direitos dos pacientes com doenças graves ou crônicas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/10/2014 às 14:05
Leitura:

debate 28.10

Nesta terça-feira (28), o debate da JC News falou sobre os direitos dos pacientes com doenças graves ou crônicas. Para a discussão, Antonio Martins Neto recebeu a advogada especialista em direito à saúde, Diana Câmara, o coordenador nacional de delegados e Assistência da Associação dos Familiares, Amigos e Portadores de Doenças Graves (Afag), Fábio Marques, e o membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Luiz Mário Moutinho.

Fábio Marques também é presidente da Associação Pernambucana de Mucopolissacariodose, que é uma doença genética, recessiva doença e causa limitações físicas. Ele teve um filho, que faleceu por decorrência da doença, e tem uma filha portadora da doença. "A mucopolissacariodose tem características, como é uma doença no lisossomo, que vão alterar todo o organismo: fígado, baço, coração, vista, coluna, pele, alguns pequenininhos já deixam de andar", explicou. Fábio lembra que a própria medicina tem limitação com o conhecimento de algumas doenças. "Dentro do meio médico há o desconhecido de algumas patologias lisossômicas", destacou Fábio.

De acordo com a advogada, Diana, a Constituição Federal do Brasil obriga que o Estado dê condições de saúde às pessoas. No entanto, ela lembra que os planos de saúde também devem ter responsabilidades. "Esse paciente ele tem direito ao tratamento, se ele existir, e mesmo se for experimental", afirmou.

Confira o debate completo:

Mais Lidas