Polícia Federal apreende mais de 24 quilos de haxixe dentro de mala de um mecânico no TIP


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/10/2014 às 11:46
Leitura:
Droga foi encontrada dentro da mala de passageiro no TIP. Foto: divulgação/Polícia Federal Droga foi encontrada dentro da mala de passageiro no TIP. Foto: divulgação/Polícia Federal A Polícia Federal em Pernambuco apreendeu 24,7 kg de haxixe dentro da mala de um passsagueiro no Terminal Integrado de Passageiros (TIP), no bairro do Curado. A droga foi encontrada com o mecânico Roberto Francisco Silva do Nascimento, de 24 anos, que é morador do Recife, mas foi à São Paulo e Brasília buscar o entorpecente. De acordo com o chefe de Comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro, Roberto informou que esquema teria partido de um detento do Aníbal Bruno. Esse detento fez toda a participação de contatos, de localização de pessoas, para que esse suspeito fosse até São Paulo de avião e retornou de ônibus e fez uma parada técnica em Brasília, e lá uma mulher já pré-orientada pelo detento entregou toda essa quantidade de haxixe numa mala toda pronta. Quando Roberto chegasse aqui em Pernambuco, o detento iria entrar em contato com ele novamente para que ele entregasse a droga à pessoa certa, no bairro de Afogados. Esta é a maior apreensão de haxixe no Estado. O poder de revenda seria de aproximadamente R$ 400 mil. O suspeito foi autuado por tráfico interestadual de entorpecentes e, caso seja condenado, poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão. Roberto Francisco foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima. Além da droga, também foram apreendidos 01 aparelho celular e uma passagem de ônibus. A repórter Clarissa Siqueira traz outras informações: O haxixe é uma resina extraída da maconha e é em média 6 vezes mais forte devido ao seu alto grau de concentração do princípio ativo THC responsável pelo efeito alucinógeno provocado no cérebro das pessoas quando fazem uso. É, geralmente, adicionada ao cigarro de maconha ou cigarro normal, seus efeitos no organismo variam de 4 a 6 horas.

Mais Lidas