Polícia Federal prende outro acusado de envolvimento no assassinato de Thiago Farias


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/10/2014 às 6:52
Leitura:
Da Rádio Jornal O promotor Thiago Farias Soares foi morto em uma emboscada em outubro de 2013. Foto: reprodução/arquivo pessoal O promotor Thiago Farias Soares foi morto em uma emboscada em outubro de 2013. Foto: reprodução/arquivo pessoal José Marisvaldo Vítor da Silva, o Passarinho, de 52 anos, estava na cidade de Senhor do Bonfim, na Bahia, quando foi preso. Ele trabalhava como auxiliar de serviços gerais e segundo a Polícia Federal já foi detido por furto e receptação. A expectativa é que ele chegue ao Estado até a sexta-feira (31). Na época do crime, em outubro do ano passado, ele deixou o município de Águas Belas, no Agreste Pernambucano. José Marisvaldo Vítor da Silva teria vínculo com José Maria Pedro Rosendo Barbosa, o Zé Maria de Mané Pedo. O fazendeiro é apontado no inquérito da Polícia Civil como o mandante do assassinato do promotor Thiago Faria Soares. A vítima teria sido assassinada por conta da disputa de terras da família da noiva dele, a advogada Myscheva Martins. O superintendente da Polícia Federal no estado, Marcello Diniz Cordeiro, fala dos encaminhamentos: Reprodução/TV Jornal Reprodução/TV Jornal José Maria Pedro Rosendo Barbosa segue preso no Centro de Triagem, Cotel, em Abreu e Lima. Ele cumpre um mandato de prisão temporária com validade de até 30 dias. Outro suposto envolvido no crime é um homem conhecido como Emanuel Boiadeiro, acusado de homicídios em Alagoas. Em 2013, Edmacy Cruz Ubirajara, cunhado do fazendeiro, passou dois meses preso e acabou solto por falta de provas. O advogado e filho mais velho de Zé Maria de Mané Pedo, Leandro Ubirajara, afirma que todos desejam justiça: Leia também: Fazendeiro acusado de mandar matar o promotor de Itaíba diz que é inocente antes de ir preso Filho de Zé Maria diz que pai se apresentou à polícia para comprovar inocência

Mais Lidas