Operação da polícia prende quadrilha suspeita de tráfico de drogas e homicídios, no Agreste

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/10/2014 às 11:13
Leitura:
Foto: Lélia Perlim/Rádio Jornal Foto: Lélia Perlim/Rádio Jornal

Nessa quinta-feira (30), dez pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com tráfico de drogas, roubos, receptação e homicídios. Entre os autuados estão presidiários, mulheres e idosos que agiam nos municípios de Surubim e Santa Cruz do Capibaribe, Agreste Pernambuco. As prisões foram feitas na operação casa três da Polícia Civil.

Confira na reportagem de Lélia Perlim:

Ao todo, 31 pessoas foram presas ao longo das investigações que tiveram início em março deste ano e envolveram mais de 70 policiais civis. Foram cumpridos 21 mandados de prisão e quatorze de busca e apreensão, onde foram recolhidos 63 kg de maconha, 1kg de crack e 1kg de cocaína, além de quatro carros, quatro armas de fogo e munições de vários calibres.

De dentro de presídios, 11 pessoas detidas por outros crimes atuavam como coordenadoras. O principal líder do grupo, identificado como Ernildo Da Silva Barbosa, de 20 anos, mais conhecido como Pipi, já está no Cotel, em Abreu e Lima. Ele é suspeito de vários homicídios e seria responsável pela vinda de drogas de Campinas, em São Paulo, para Surubim.

Outros dois homens apontados como líderes da organização criminosa conseguiram fugir. A identidade deles foi mantida em sigilo para não prejudicar as investigações. Os nove homens presos nessa quinta foram encaminhados ao presídio de Limoeiro e a mulher foi levada para a colônia penal feminina do Recife.

Mais Lidas