Outro suspeito de envolvimento na morte de Thiago Faria presta depoimento à PF


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/10/2014 às 11:51
Leitura:
Atualizado às 14h20 Foto: Guga Matos/JC Imagem Foto: Guga Matos/JC Imagem

O outro suspeito de envolvimento na morte do promotor de justiça, Thiago Faria Soares, assassinado em Itaíba, no Agreste do Estado, há um ano, prestou depoimento na sede da superintendência da Polícia Federal de Pernambuco, nesta sexta-feira (31).

José Marisvaldo Vitor da Silva de 42 anos, foi encontrado na Bahia, no Município de Senhor do Bomfim, na última quarta-feira (29), um dia depois do fazendeiro, José Maria Pedro Rosendo Barbosa, suspeito de ser mandante da execução, se entregar a federal. Uma dupla de policiais e o suspeito, desembarcaram no Aeroporto Internacional do Recife, por volta das 6h30.

Giovani Santoro, chefe de comunicação da Polícia Federal, explicou como a polícia chegou ao suspeito. Foi uma ação conjunta da Polícia Civil de lá e da Polícia Federal, aonde eles descobriram onde ele estava e efetuaram a sua prisão, explicou Giovani. Detalhes maiores não foram divulgados pois o processo corre em segredo de justiça.

Após ouvida de Alexandre Alves, delegado especial do caso, José Marivaldo ficará em prisão temporária de 30 dias. A investigação da Polícia Federal, aponta um forte indício de ligação entre o fazendeiro e o suspeito que desapareceu no dia da execução.

Preso no Cotel, José Maria Pedro Rosendo Barbosa, vive a expectativa do depoimento. O advogado do fazendeiro, Anderson Flexa, aceitou comentar a prisão desde suspeito.

O promotor Thiago Faria foi assassinado há cerca de um ano, no município de Itaíba. A suspeita principal é de que o crime tenha sido motivado por disputa de terras.

Confira outros detalhes no flash de Rafael Carneiro:

Mais Lidas