Por causa da falta d'água, Nordeste começa a enviar energia elétrica ao Sudeste aos domingos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/11/2014 às 11:51
Leitura:

No Nordeste, domingo é dia de enviar eletricidade para o Sudeste. A troca de energia entre regiões é comum, já que nosso sistema é interligado, mas, com raras exceções, o Sudeste, considerado a caixa d'água do país, sempre sustentou o Nordeste. O novo padrão de troca nordestina, sempre aos domingos, não traz nada a comemorar. O estado crítico dos reservatórios de São Paulo faz com que a produção de energia tenha que ser compensada com energia termoelétrica, cara e poluente.

Em entrevista à JC News com Wagner Gomes, o professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), especialista em energia, Heitor Scalambrini, explica que o maior problema do setor energético brasileiro é a dependência de uma única matriz energética, a hidroelétrica. No país, cerca de 25% da energia é gasta em residências, 40% na indústria, 25% no comércio e 10% na agricultura. O especialista diz que a energia residencial, por exemplo, poderia ser gerada por outras fontes, principalmente as limpas.

Mais Lidas