Médicos alertam: o câncer de próstata é o segundo tipo mais letal entre os homens


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/11/2014 às 9:10
Leitura:
Da Rádio Jornal 560x295 A mobilização surgiu na Austrália e se espalhou pelo Mundo. No Brasil, é organizada pela Sociedade Brasileira de Urologia, em parceria com o Instituto Lado a Lado pela Vida. Entre 2012 e 2013, 60.180 novos casos da doença foram confirmados no Brasil. Estatísticas apontam que a cada seis homens, um é portador da doença. Quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista e, até o fim de 2014, a projeção é que 12 mil morrerão vítimas da doença, em função da descoberta em estágio avançado. Como os sintomas do câncer de próstata podem demorar a aparecer, o indicado é efetuar os exames preventivos. Os médicos recomendam que todos os homens a partir dos 40 anos devem fazer o toque retal. A doença, que é caracterizada pela multiplicação desordenada das células da próstata, tem baixa mortalidade quando tratada na fase inicial. Mas é a segunda forma de câncer que mais mata, perdendo apenas para o câncer de pele. Para sensibilizar a sociedade, vários prédios públicos serão iluminados com a cor azul neste mês. O oncologista Rogério Brandão explica que o exame de toque garante um diagnóstico preciso e eficaz: Leia também: Novembro azul: o mês de atenção, prevenção e combate ao câncer de próstata Confira todos os detalhes da campanha no site novembroazul.com.br

Mais Lidas