Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco aceita mudanças no Arco Metropolitano


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/11/2014 às 15:46
Leitura:

91d102a17eb04ac58e811f133c39fde81 Foto: Bernardo Soares / JC Imagem

Uma audiência pública para debater os impactos do Arco Metropolitano será realizada no mês que vem, no dia 10 de dezembro. O local ainda vai ser definido. No dia 15 de dezembro, a previsão é que seja divulgado um relatório preliminar sobre a viabilidade do empreendimento para que no dia 5 de janeiro seja emitida a licença prévia.

As definições foram estabelecidas, nesta segunda-feira (5), depois da Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (CPRH) analisar e aceitar os ajustes feitos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no projeto ambiental do lote 2 do Arco Metropolitano, como explica o diretor-presidente da CPRH, Paulo Teixeira:

O Arco Metropolitano é uma obra considerada fundamental para destravar o trânsito da BR-101. O arco é uma alça que vai ligar Suape à Goiana, passando por fora da rodovia.

Mais Lidas