Início de 2015 deve ser de vendas fracas no comércio, segundo estimativa da CNC

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/11/2014 às 15:59
Leitura:
Foto: Diego Nigro / JC Imagem Foto: Diego Nigro / JC Imagem

Estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aponta que as condições atuais da economia brasileira indicam que o início de 2015 será de vendas fracas no comércio. O Índice de Confiança do Empresariado do Comércio (Icec) recuou 1,6% em outubro ante setembro. A previsão é de que, até abril, as vendas devem crescer entre 2,5% e 3,5%, em relação a igual período do ano anterior.

O economista da CNC, Fábio Bentes, destacou que a baixa confiança no comércio de 2014 se dá pelo fraco desempenho das vendas deste ano. "O varejo tá passando por um momento um pouco mais complicado em termos de crescimento, atividade", apontou. "O ritmo atual das vendas tem sido o menor dos últimos 11 anos, isso, sem dúvida, afeta a confiança dos empresários", completou.

Por este cenário negativo, o início de 2015 deve ser iniciado com este mesmo ritmo lento, segundo avaliação do economista. "Todo mundo sabe que 2015 vai ser um ano difícil, para o comércio não vai ser diferente", disse. "Embora seja um setor que esteja relativamente bem na economia, ele não tá imune à esta desaceleração do nível de atividades", complementou Fábio.

Confira a entrevista completa com o economista:

Mais Lidas