Três rapazes são condenados pelo assassinato cruel de professor em Chã de Alegria


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/11/2014 às 8:20
Leitura:
Da Rádio Jornal Professor Linaldo Gomes da Silva foi assassinado em 2011. Foto: Reprodução/ Internet Professor Linaldo Gomes da Silva foi assassinado em 2011.
Foto: Reprodução/ Internet Linaldo Gomes da Silva, de 45 anos, foi morto a porretadas e golpes de faca peixeira em agosto de 2011. O latrocínio aconteceu em Chã de Alegria, na Zona da Mata Norte, e chocou os moradores do município, já que a vítima era muito querida pela comunidade escolar. O julgamento dos três acusados foi realizado ontem em Glória do Goitá, também na Mata Norte, com reforço policial para conter os mais exaltados. O juiz Lauro Pedro dos Santos Neto presidiu a sessão que teve ainda a presença do promotor Francisco de Assis na acusação. De acordo com os autos, Luiz Paulo da Silva, de 28 anos era garoto de programa e mantinha um relacionamento com o professor. Para praticar o crime, ele contou com Wedson Rodrigues da Silva, 23 anos, conhecido como Demônio; e Gustavo Francisco Nascimento, de 37 anos. O trio queria roubar R$ 8 mil, quantia a ser utilizada para a compra de instrumentos musicais da escola onde a vítima trabalhava. Luiz Paulo foi condenado a 24 anos de prisão, Wedson a 22 anos e Gustavo 12 anos. Joseane Gomes, irmã do professor Linaldo Gomes da Silva, diz que um crime desse tipo não pode ficar no rol da impunidade: Leia também: Acusados pelo assassinato do professor de matemática em Chã de Alegria vão a júri popular

Mais Lidas