Camaragibe reduz 20% dos acidentes com motos, mas tráfego nos bairros ainda é desafio

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/11/2014 às 16:20
Leitura:

MOTO_HS1-470x230 Foto: Hélia Scheppa / JC Imagem

As pesadas estatísticas de vítimas de acidentes com motocicletas em Pernambuco não envolvem apenas os pilotos e caronas desses veículos. Em apenas um ano, 1.583 pessoas deram entrada no Hospital da Restauração (HR), vítimas de atropelamento por motocicleta ou ciclomotor, uma média de 4,33 por dia.

A quantidade representa 42% de todos os pacientes atropelados atendidos na unidade, no período de setembro do ano passado a setembro deste ano. E mais: entre outros 1.260 ciclistas socorridos ao HR, no mesmo período, 38% foram atingidos por motocicletas.

Em entrevista à JC News com Wagner Gomes, Adeilson Souza, secretário-executivo de Trânsito e Mobilidade de Camaragibe, explica que o município atingiu a meta de redução de 20% dos acidentes envolvendo motocicletas. Nos bairros, no entanto, a dificuldade é maior de controlar o descaso às normas de trânsito:

Mais Lidas