Taxa de ocupação feminina no Nordeste é a que mais cresce no País, aponta IBGE

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/11/2014 às 15:00
Leitura:

d760bb802e486fe75c52191429ddfab4 Foto: Reprodução / Internet

A taxa de desocupação entre as mulheres brasileiras teve uma queda mais acentuada em relação a dos homens, quando comparado o resultado do segundo trimestre de 2014 com o mesmo período do ano passado e com os primeiros três meses deste ano. Apesar disso, a taxa de desemprego feminina continua acima da masculina, com 8,2% contra 5,8%.

Em entrevista à JC News com Wagner Gomes, desta quinta-feira (6), Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, traz detalhes dos números. No Nordeste, essa queda é mais forte, mas é na região que ainda se encontra a maior taxa de desocupação das mulheres, 10,4%.

Mais Lidas