Leite é uma bomba atômica dentro do nosso corpo, diz endocrinologista Ney Cavalcanti


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/11/2014 às 12:05
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: reprodução/internet Foto: reprodução/internet Nesta quarta-feira (12), o endocrinologista e professor de Medicina, Ney Cavalcanti, convserou com o comunicador da Super Manhã. Geraldo Freire, sobre um artigo que acabou de escrever onde relata os malefícios do consumo de leite pelos adultos. A entrevista coemçou com um comentário do médico sobre a epidemia de ebola. Em relação ao casa suspeito da doença registrado em Caruaru nessa terça-feira (11), Ney Cavalcanti afirmou que todo o cuidado é necessário. "A doença existe há mais de 40 anos, mas como estava restrita à uma população pobre e negra, nem as autoridades de saúde, nem os laboratórios se preocuparam em acabar com ela", disse. "Os governos africanos não tem condições de acabar com a doença, são as nações ricas que devem fazê-lo", completa. Em relação ao artigo, o médico explica que um estudo sueco formado por mais de 100 mil pessoas, sendo 60% mulheres e 40% homens, avaliou que o consumo de leite pode ser maléfico. Ao contrário do que se acreditava, o consumo da bebida não reduz os riscos da osteoporose e pode causar inflamações, aumentando o risco de morte prematura. Doutor Ney explica ainda que a dubstância causadora do problema é a lactose, o açúcar do leite. Por esse motivo, alimentos como alguns queijos e iogurtes são mais seguros para o consumo que outros. Ouça a entrevista completa:

Mais Lidas