Corpo do cantor Dyelson Lima é velado no Cemitério de Santo Amaro, no Recife


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/11/2014 às 23:10
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada em 19.11.2014 às 9h13 patusco Foto: Patusco / Divulgação O velório do vocalista do grupo Patusco Dyelson Lima, de 25 anos, está ocorrendo desde as 20h desta terça-feira (18), na capela do Cemitério de Santo Amaro, área central do Recife. Familiares e amigos do cantor acompanham a cerimônia. O enterro está marcado para as 14h desta quarta-feira (19). O músico foi encontrado morto com um tiro na nuca na manhã desta terça, na Estrada dos Macacos, no bairro de Dois Irmãos, Zona Norte do Recife. Edjane de Lima, irmã do jovem disse que a família ficou surpresa ao saber da notícia. Um cara da mídia, um cara do público, foi um choque, disse. De acordo com a polícia, uma pequena quantidade de crack foi encontrada no bolso do rapaz. A polícia encontrou o carro de Dyelson no Alto da Bondade. Edjane negou envolvimento do irmão com drogas e desconhece a existência de inimigos. Isso é muito estranho pra gente. O carro dele de um lado, ele de outro, droga no bolsa, denunciou a irmã. A gente quer que a polícia corra atrás e descubra o que houve, destacou Edjane. Dyelson entrou no Grupo Patusco através do projeto social para crianças, Patusquinho.

Mais Lidas