Defesa aguarda resultado do pedido de habeas corpus dos empresários do Pernambuco Dá Sorte

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/11/2014 às 15:40
Leitura:
Sede do Pernambuco Dá Sorte na Avenida Caxangá, no bairro do Cordeiro  Foto: Reprodução/ Google Street View Sede do Pernambuco Dá Sorte na Avenida Caxangá, no bairro do Cordeiro
Foto: Reprodução/ Google Street View

Os 19 suspeitos envolvidos na Operação Trevo da Polícia Federal aguardam a decisão da justiça sobre a concessão do habeas corpus que vai permitir ou não a soltura dos presos. A ação que ficou conhecida como Caso Pernambuco Dá Sorte desarticulou uma organização especializada em jogos de azar, loterias e títulos de capitalização que agia em treze estados.

De acordo com o advogado do grupo da sorte, Alexandre Lustosa, o habeas corpus deve ser divulgado o mais rápido possível já que o prazo de decisão foi encerrado.

Segundo a Polícia Federal, o grupo é suspeito de fazer parte de um esquema de fraudes, lavagem de dinheiro, práticas do jogo do bicho, distribuição de máquinas caça-níqueis e emissão de bilhetes de loteria a exemplo de título de capitalização.

Confira na reportagem de Renata Andrade outras informações:

Mais Lidas