Família aguarda liberação do corpo do vocalista do grupo Patusco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/11/2014 às 15:15
Leitura:
Foto: Patusco/Divulgação Foto: Patusco/Divulgação

Familiares e amigos do vocalista do grupo Patusco Dyelson Lima, de 25 anos, aguardam a liberação do corpo dele para o velório, em frente ao IML, no bairro de Santo Amaro.

O músico foi encontrado morto com um tiro na nuca na manhã desta terça-feira (18), na Estrada dos Macacos, no bairro de Dois Irmãos, Zona Norte do Recife. Edjane de Lima, irmã do jovem disse que a família ficou surpresa ao saber da notícia. "Um cara da mídia, um cara do público, foi um choque", disse.

De acordo com a polícia, uma pequena quantidade de crack foi encontrada no bolso do rapaz. A polícia encontrou o carro de Dyelson no Alto da Bondade. Edjane negou envolvimento do irmão com drogas e desconhece a existência de inimigos. "Isso é muito estranho pra gente. O carro dele de um lado, ele de outro, droga no bolsa", denunciou a irmã. "A gente quer que a polícia corra atrás e descubra o que houve", destacou Edjane.

Dyelson entrou no Grupo Patusco através do projeto social para crianças, Patusquinho. A repórter Lélia Perlim traz outros detalhes:

Mais Lidas