Ferro diz que trabalhadores não devem ser punidos por conta dos escândalos de corrupção

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/11/2014 às 14:29
Leitura:
O dinheiro que falta aos trabalhadores pernambucanos pode ter ajudado a eleger muitos políticos. A Polícia Federal investiga se o dinheiro destinado a pagar propina a políticos se transformou em doações legais na campanha de 2014.

Segundo o Ministério Público Federal, a suspeita é que a doação formal, declarada ao Tribunal Superior Eleitoral na última eleição, possa ter sido transformada em "mera estratégia de lavagem de dinheiro". O argumento dos procuradores foi usado para pedir a prisão preventiva de dois dos principais executivos da empreiteira Camargo Corrêa.

O deputado federal pelo PT de Pernambuco, Fernando Ferro, disse que os trabalhadores têm o direito de receber. "Tem que ser garantido o direito daqueles que trabalharam receberem pelo que trabalhou e não podem ser punidos aqueles que estão exigindo seus direitos", destacou. "Lamentavelmente estamos vivendo um problema de investigações na Petrobrás e não pode punir exatamente aqueles que não tem nenhuma culpa pelo que está acontecendo. Se empresários estão envolvidos em esquemas de corrupção não podem ser punidos os trabalhadores", finalizou o deputado.

Além deste assunto, Wagner Gomes ainda repercutiu outro assunto. Deputados e senadores da CPI mista da Petrobras aprovaram nesta terça (18) a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Foi aprovada ainda a convocação do ex-diretor de serviços da estatal Renato Duque, preso pela Polícia Federal na sexta-feira (14). Também terão de comparecer à comissão o presidente licenciado da Transpetro, Sérgio Machado; e outros dois ex-diretores da Petrobras: Ildo Sauer (gás e energia) e Nestor Cerveró (internacional), que já prestou depoimento na comissão.

Cerveró terá de fazer uma acareação com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, que o acusou de participar do esquema desbaratado pela operação lava jato. O deputado federal pelo DEM de Pernambuco Mendonça Filho conversou com Wagner Gomes e falou sobre o tema.

Confira as entrevistas:

Mais Lidas