Levantamento aponta que 26 municípios estão em risco de surto de dengue e chikungunya


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/11/2014 às 14:10
Leitura:

e1e476f81a83b614c5a0138179517100 Foto: Bernardo Soares / JC Imagem

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco divulgou, nesta quarta-feira (19), um plano de combate à febre chikungunya e à dengue. O órgão pretende capacitar cinco mil profissionais de saúde para atuar nos postos do estado.

Atualmente, há quatro casos suspeitos de chikungunya sendo investigados em Petrolina e na Região Metropolitana do Recife. Segundo o levantamento da secretaria, 26 municípios do estado estão em situação de risco de surto dos dois vírus. Há ainda situação de alerta em 97 cidades. A coordenadora do Programa, Claudenice Pontes, explica por que a situação preocupa.

Os sintomas da chikungunya são semelhantes aos da dengue: febre, mal estar, dor de cabeça, dores pelo corpo, apatia e cansaço. A principal diferença com relação à dengue é a dor nas articulações, sendo as mãos e os pés mais afetados por inflamações, geralmente acompanhadas de inchaço, vermelhidão e calor no local.

Mais Lidas