Morte de adolescente de 17 anos durante operação policial causa guerra entre civis e militares


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/11/2014 às 7:05
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: JC Imagem Foto: ?@carolinadelira/ Twitter Um conflito entre moradores do bairro de Santo Amaro, área central do Recife, e policiais militares terminou em um ônibus incendiado e duas mulheres feridas nessa terça-feira. O grupo protestava contra a morte do adolescente Osvaldo dos Santos Pereira, conhecido como Pou, durante uma operação policial no bairro. Baleado durante a manhã, o garoto que tinha antecedentes criminais, faleceu no hospital da restauração. O corpo permanece no Instituto de Medicina Legal, no mesmo bairro. Na versão oficial, ele foi alvejado durante um tiroteio iniciado por um grupo na Comunidade de Santa Terezinha, que fica nas proximidades da Academia da Cidade e do Shopping Tacaruna, no bairro de Santo Amaro. Porém, há denúncias de que o adolescente pode ter sido executado por PMs do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) do 16º Batalhão. A Polícia Militar informa que um jovem chegou a ser apreendido e outro conseguiu escapar do cerco. A tarde, moradores realizaram um protesto bloqueando um trecho da Avenida Agamenon Magalhães. Durante o ato, um ônibus foi parcialmente destruído pelo fogo de um artefato em chamas lançado por manifestantes. As passageiras Maria Eliane da Silva e Maria das Neves Lira tiveram ferimentos e precisaram de atendimento médico. Com queimaduras de segundo grau nas pernas, Maria das Neves Lira permanece internada no HR. Maria Eliane já recebeu alta. Dois adolescentes foram apreendidos e encaminhados ao Departamento de Polícia da Criança e ao Adolescente (DPCA), onde foram autuados por ato infracional durante protesto. Sirleide dos Santos, mãe de Osvaldo dos Santos Pereira, admite que o filho estava sendo procurado: A Polícia Militar diz que a morte de Osvaldo dos Santos Pereira será investigada também pela corporação. Walter Pereira, avô do adolescente de 17 anos, reclama da truculência do Gati do 16º batalhão: Leia também: Confronto na Agamenon deixa um adolescente morto e mulher ferida em estado grave

Mais Lidas