Polícia Federal não identificou dono do rojão encontrado no avião que fazia voo entre Recife e Manaus

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/11/2014 às 9:50
Leitura:

a-320 Foto: Reprodução / Internet

Um buscapé foi encontrado do lado da porta de entrada do avião da TAM que iria fazer conexões em Salvador, na Bahia, e Brasília, nessa terça-feira (18). Parte dos passageiros já estavam acomodados e foram orientados a retirar as bagagens e passar novamente pelo detector de metais.

A Polícia Federal diz que o artefato conhecido popularmente como buscapé cabe na palma da mão e tem pequeno poder explosivo. Passado o susto e o atraso de três horas, a tripulação e os passageiros seguiram viagem normalmente na aeronave.

O chefe de Comunicação Social da Polícia Federal, Giovani Santoro, afirma que os procedimentos foram corretos:

A aeronave era um Airbus A320, com capacidade de transportar entre 107 e 220 passageiros. Em nota, a empresa afirmou que as medidas de segurança tomadas foram necessárias e se resposabilizou por perdas de quaisquer conexões que os passageiros fariam.

Veja a nota da TAM:

A TAM Linhas Aéreas informa que o voo JJ3304 (Recife Salvador), programado para decolar às 7h10 (horário de Brasília) de hoje (18), operou com atraso em razão da presença de um artefato de pequeno porte a bordo. Após realizar os procedimentos de segurança, que incluíram varredura na aeronave e inspeção dos passageiros pela Polícia Federal, o voo partiu às 10h (horário de Brasília) e seguiu normalmente para o seu destino.

A companhia prestou a assistência necessária aos passageiros que perderam conexões, reacomodando-os nas opções de voos disponíveis.

A TAM esclarece, ainda, que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais.

Mais Lidas