Polícia Civil apresenta detalhes da Operação Gol de Placa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/11/2014 às 15:21
Leitura:
Foto: JC Imagem Foto: JC Imagem

A Polícia Civil de Pernambuco apresentou nesta sexta-feira (21) detalhes da Operação Gol de Placa, que deteve seis integrantes de torcidas organizadas do Estado, quatro do Sport e dois do Náutico. A investigação da polícia terminou com a prisão de Mario Azevedo dos Santos Júnior, ex-presidente da Torcida Jovem do Sport, nessa quinta-feira (20).

Marinho, como é conhecido, teve a prisão preventiva decretada por diversos crimes, entre eles vandalismo e formação de quadrilha. A rendição de Marinho foi negociada e ele se entregou no bairro de Santo Amaro, no centro da capital. De acordo com o delegado José Silvestre, responsável pela operação, o ex-presidente da jovem se rendeu pois estaria cansado de viver foragido.

Em maio deste ano, durante a operação, dois torcedores do Náutico foram detidos. Já no mês de setembro, a polícia prendeu três membros da diretoria da Torcida Jovem, em São Paulo. Todos passaram cerca de três meses detidos e já foram liberados. Ainda segundo o delegado, a operação serviu para que os grupos perdessem a sensação de impunidade em crimes relacionados ao futebol.

A polícia agora investiga outros crimes envolvendo as torcidas organizadas, a exemplo de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. A relação dessas infrações com os clubes de futebol também deve ser apurada pela polícia.

A repórter Clarissa Siqueira traz outras informações:

Mais Lidas