Justiça ouve testemunhas ligadas à empresa Priples, acusada de pirâmide financeira

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/11/2014 às 16:35
Leitura:

priples Matéria de divulgação da época em que a empresa existia Foto: Reprodução / Internet

Acontece, nesta terça-feira (25), no fórum Joana Bezerra, a primeira audiência de instrução do caso Priples. Vinte testemunhas de defesa e de acusação devem ser ouvidas sobre a empresa que foi criada em 2013 e se identificava como "publicidade digital" e prometia 60% de lucro ao mês.

Os donos da Priples, no entanto, Henrique Maciel e Mirele Pacheco, estão sendo investigados por pirâmide financeira, além de crime contra e economia popular e contra as relações de consumo. Na época, a Justiça quebrou o sigilo da conta do ex-casal que teve R$ 70 milhões bloqueados, além da apreensão de 300 mil dólares e três carros de luxo.

A repórter Lélia Perlim acompanha a audiência comandada pela juiza Sandra Beltrão e conversou com Henrique Maciel:

Mais Lidas