Para pesquisador, não existe mais diferença entre rádio AM e FM

postado por Alana Lima
postado por Alana Lima
Publicado em 02/12/2014 às 19:02
Leitura:




A Rádio Jornal participou, no último fim de semana, do 14º Seminário da Rádio Difusão, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O gerente de Programação Carlos Miguel foi representar a Rádio contando as novidades pernambucanas e para trazer boas experiências de todo o país.

No seminário, ele aproveitou para conversar com o escritor e pesquisador Fernando Morgado sobre a migração das rádios AM para a frequência FM, assim como aconteceu na Rádio Jornal na última segunda-feira (1º), passando a transmitir na AM 780 e na FM 90,3. O estudioso já acompanhou e participou de alguns processos de migração e, de acordo com ele, "não há mais volta". Segundo Morgado, cada vez mais, não existe diferença entre a Rádio AM e a FM. A história de que AM é falada e FM é musical, de que a AM é adulta e a FM é jovem não faz mais sentido.

Ouça entrevista, na íntegra, e entenda o porquê:

Mais Lidas